Lendo as notícias sobre a ocupação da reitoria da USP feita pelo movimento que se iniciou quando um grupo de rapazes foram pegos pela Polícia Militar fumando maconha no campus,  tenho uma singela sugestão para vocês, manifestantes que estudam nessa universidade pública mantida com o dinheiro de impostos.

Que tal ir para casa, chamar sua mãe para uma conversa (porque com seu pai às vezes não dá pra falar), e dizer:

“Aí mãe, na boa, eu gosto de fumar maconha e vou fazer isso aqui na nossa sala, OK?!. Se o cheiro incomodar muito posso abrir as janelas ou ir no banheiro, falô?!”.

Ou se você já se acha adulto suficiente para não ter mais que dar satisfações, simplesmente acenda seu cigarro de maconha na frente de todos, logo após o almoço na casa de sua avó. Essa seria uma maneira honesta de usufruir e compartilhar o prazer que a droga lhe propicia: na sua casa e com a sua família porque se maconha é uma coisa inócua podemos e devemos acender “unzinho” perto daqueles que amamos não é?

Outro detalhe: esse lance de aparecer nas fotos dos jornais mascarado ou puxando camiseta sobre o rosto parece  coisa de bandido que não quer ser reconhecido. Gente que está defendendo algo em que acredita não precisa esconder o rosto. Estão preocupados com o que? Estão com medo de serem reconhecidos? E se o forem, qual o problema, afinal estão lutando por algo em que acreditam e deveriam se orgulhar disso, não é mesmo?

E o cartaz com o desenho de um pênis falo gigantesco está reinvindicando o que mesmo? O direito á masturbação pública? O “fora rede globo” é quase mais velho do que eu e nem vale a pena comentar.

Me pergunto onde esses manifestantes estão com a cabeça. Como é possivel querer tirar o policiamento de um campus onde acontecem assaltos, estupros e até assassinato? A ausência de policiamento é sinal de liberdade? Será que querem tirar a PM e obrigar a USP à contratar segurança particular aumentando ainda mais os custos desse universidade?

Se a instituição pública e gratuita – onde você ingressou depois de frequentar colégios particulares e/ou cursinho pré vestibular caríssimos – está tolhendo sua liberdade, abandone-a, volte para o ensino pago e tente fumar maconha no campus.

Coisas muito mais importantes estão acontecendo diariamente nessa cidade e nesse país e não vejo essa moçada se manifestando ou tomando posição. Está na hora crescer…