outubro 2011


Fiquei sabendo que 29 de outubro é o Dia Mundial de Combate ao AVC que antigamente chamávamos de Derrame e pensávamos que era doença de gente velha.Que nada! Esse problema pode atingir gente de todas as idades e prevenir ainda é a melhor solução. Ai vão algumas dicas importantes:

6 passos que podem ajudar a reduzir o risco e o perigo de um AVC

1. Conheça seus fatores de risco: pressão alta, diabetes, colesterol elevado e arritmias cardíacas (fibrilação atrial)

2. Seja ativo. Faça exercícios regularmente.

3. Evite a obesidade, mantendo uma dieta saudável.

4. Limite o consumo de álcool.

5. Evite o hábito de fumar.

6. Aprenda quais são os sinais de alerta do AVC.

Desses 6 passos para prevenir a doença 5 dependem apenas de nós, então vamos lá!!!

Sinais de Alerta do AVC

– Súbito formigamento ou fraqueza em um dos lados do corpo.

– Súbita dificuldade para falar.

– Súbita dificuldade de enxergar ou visão dupla.

– Súbita dificuldade para caminhar ou perda de equilíbrio.

– Súbita vertígem (sensação de tudo girar).

– Súbita dor de cabeça muito forte, sem uma causa aparente.

Se você ou alguém próximo está tendo esses sinais, seja rápido e atue imediatamente ligando para a emergência – SAMU 192 ou indo imediatamente para um hospital. Os sintomas podem desaparecer em poucos minutos, mas não deixe de ir ao hospital porque um AVC pode estar chegando. Corra!!!

Para ajudar na prevenção o Hospital Albert Einstein realizará uma ação de conscientização na estaçãdo metrô Sé, hoje, 28/10 das 9h às 17h, fazendo uma série de exames gratuitos.

Precisamos ficar espertos e se aprendermos direitinho os sinais abaixo podemos salvar vidas.



Cenário: Rua bucólica, ladeira arborizada e quase sem trânsito. Ponto de taxi á esquerda; duas mãos de direção e faixa dupla contínua pintada no solo.

Personagens: Lagartixa Azul; Idiota nº 1 dirigindo carro verde; Idiota nº 2 dirigindo carro vermelho

Sobe a cortina…

Semáforo  verde para pedestre e Lagartixa começa a atravessar a rua usando a faixa destinada ao pedestre.

Semáforo passa rápidamente pelo amarelo e fica vermelho. Lagartixa no meio da rua.

Idiota nº 1 no carro verde vai para a contramão com velocidade aproximada de 40 km/h.

Lagartixa vê o perigo avançando desembestado e pula rápidamente para a calçada!

Idiota nº 2 no carro vermelho também vem pela contramão e passa buzinando e gritando: “Vai aprender a Lei do Pedestre”!!!

Lagartixa vai para sua casa pensando: “Hã”??

FIM DO ÚNICO ATO

P.S.: Dramatização de caso real.

Outro P.S.: Código de trânsito brasileiro

 • Artigo 70:

“… os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições deste código.” Acrescenta ainda em parágrafo único que “… nos locais onde houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada preferência aos pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos.”

Para maiores eclarecimentos, página da Prefeitura de São Paulo.

Conheço alguns rapazes cujo mau humor é tão notório que só consigo vê-los representados pelo Grinch..

São do tipo que resmunga, não vêem graça em nada, acordam, passam o dia e vão dormir achando tudo uma porcaria. Pôem defeito em tudo e nada nem ninguém é digno de atenção.

Apesar disso são pessoas adoráveis…

Incongruente? Nem tanto se você observar que por baixo daquela casca grossa bate um coraçãozinho super meigo, que defende seu time de futebol predileto com unhas e dentes; faz amizades duradouras e sinceras; adota e cuida de gatinhos mesmo “odiando” bichinhos de estimação; e, milagre dos milagres, se apaixona perdidamente.

No modo apaixonado  o Grinch se torna imediatamente Meu Malvado Favorito e flutua em nuvens cor de rosa, ops…exagerei? Tudo o que ele precisa para ser feliz é encontrar o amor, igualzinho ao resto da humanidade.

E mais uma grande vantagem: seguro e másculo como é, o Grinch e/ou Malvado não se acanha de declarar ao mundo seu amor, o que deve fazer com que o objeto de sua paixão se sinta uma deusa, não é?

Aconselho às moças desimpedidas que encontrem um Grinch para chamar de seu, e para as que já tem um meu conselho é: trancafiem esse ogro no fundo de seus corações e o tratem como um tesouro!  Afinal, Grinch não dá em árvore.

P.S. Agradeço aos meus amigos Grinch pela inspiração para o post. Amo vocês!