Mais de 30 milhões de pessoas já acessaram o Youtube para serem surpreendidas e verem a cara de surpresa do Simon Cowell e a sem-gracice dos outros jurados, cujos nomes ignoro, em um show da TV inglesa.

Tudo graças à apresentação de uma mulher em um show de talentos. Pelo exemplo que temos no American Idol (que passa aqui  no Brasil), os participantes precisam ter algum talento é óbvio, mas uma bela estampa também deve ajudar muito. Entretanto, no show Britain’s Got Talent acho que eles não pré-selecionam com critérios de beleza; parece que qualquer indivíduo pode ir lá e se apresentar, mas essa é minha impressão e nem sei se é verdade, então relevem.

Susan BoyleA pessoa que está levando tanta gente ao Youtube é  Susan Boyle, a moça aqui ao lado. A candidata entra no palco e parece a tia ou a mãe de qualquer um, principalmente se esse um for ingles ou escoces.

Um dos jurados ergue a sobrancelha, o outro franze o nariz; a mocinha “anos 60” que está na platéia se achando linda  balança a cabeça e comenta algo com a amiga. Isso tudo até a mulher abrir a boca pra cantar I Dreamed a Dream do musical Les Miserables. Daí para a frente o que se vê é um arregalando os olhos, outra abrindo a boca, outro com um ar incrédulo pregado no rosto, e a platéia extasiada e com lágrimas nos olhos.

Infelizmente não é possível incorporar ao post o vídeo com a apresentação dela ,  mas quem quiser ver basta ir ao YouTube e colocar o nome lá: Susan Boyle.

Com Susan mais uma vez somos obrigados a nos lembrar da frase: não julgue um livro pela capa.

Aproveitando a oportunidade de dar um tapa no preconceito e nos julgamentos apressados aqui vão mais alguns exemplos:

Elaine Page, a cantora que inspirou Susan, se declarou comovida com a interpretação  e totalmente convencida de seu talento

Etta James

Ella Fitzgerald

Diva Plavalaguna

Mahalia Jackson

Amy Winehouse

 E para encerrar, um romance que rompeu com os estereótipos de feio ou bonito:Camila e Charles

 

 

 

 

 

 

 

Tá bom ou precisa mais?